Nhdesign
Um dos maiores problemas com a polimedicação é identificar os sintomas provocados por reacções adversas dos medicamentos ou por interacções medicamentosas.

Na realidade quem já toma cinco ou mais medicamentos é porque tem problemas de saúde e os sintomas da doença podem confundir-se com os sintomas das reacções aos medicamentos, tornando-se difícil destrinçá-los.

Analisemos alguns sintomas que ilustram esta dificuldade e que podem resultar de efeitos adversos da medicação:

01. Cansaço
02. Sonolência
03. Tristeza ou até depressão
04. Confusão
05. Quedas frequentes
06. Sensação de fraqueza
07. Tremores
08. Excitabilidade ou agitação
09. Perda de apetite
10. Perda de memória

Como quase todas as doenças se acompanham de um qualquer destes sintomas, ou até de mais do que um, o resultado está à vista.

Imaginemos um doente com mais de 65 anos que está com gripe e que toma alguns medicamentos para diminuir a febre, o mal-estar e a tosse. Sentir-se cansado e fraco ou até sonolento pode ser atribuído com muita facilidade à gripe e passar despercebida uma reacção medicamentosa. A tendência natural é aumentar as doses dos medicamentos com possíveis complicações.

Por isto é que a vigilância de um médico ou farmacêutico é muito importante. Quando se associam diversos medicamentos a possibilidade de ocorrerem complicações é maior.

O programa MAISCINCO é uma ajuda para estas situações.